Banho turco em Istambul

Atualizado: Fev 5

Desde que Istambul tornou-se a queridinha dos turistas, todos se encantam com as maravilhas arquitetônicas e históricas da cidade. Só passar da Europa para a Ásia em dois passos já é o máximo. O encantamento e a confusão do Grand Bazzar, onde centenas de pessoas se acumulam desordenadamente, que ninguém percebe que ao lado daquele espaço esconde-se um dos banhos turcos mais antigos do mundo, ‘O Cemberlitas’.

Foto: Divulgação


Foto: Divulgação


O turista desinformado passa direto por uma fachada simplória, onde desde o ano 1584 existe o clássico banho turco. O ritual da chegada num balcão mequetrefe dá a sensação de estar entrando numa boa furada. Um pouco decepcionada, a pessoa sente estar numa sauna mais do que normal. Mas, ao entrar no enorme salão inteiro coberto de mármore de várias cores e deparar-se com uma imensa pedra octogonal do centro, circundada por dezenas de arcos entremeados com pias, nem por sonho pode vir a ideia de um “deja vu”.

Até a iluminação continua a original, ou seja, a luz natural passa por círculos a céu aberto na imensa cúpula que abraça quase todo o espaço. Das dezenas de fontes, jorram água continuamente tornando mais mágico ainda aquele embaçado local, onde na pedra estendem-se oito mulheres e outras tantas já estão sendo banhadas nas tais pias.

Foto: Divulgação


Passado o encantamento com a surpreendente visão, a proposta é suar em bicas. Nada de passar esfoliantes, cremes no cabelo etc. Deixar voar o pensamento e aguardar o momento em que finalmente uma “babá” lhe chama para o já ansioso banho, pois a estas alturas seus poros já se transformaram em ‘mini-fontes’. A tal profissional até parece uma dama de leite de verdade. Na maioria, são senhoras de idade com uns seios enormes, usando apenas uma calçona preta e se falassem diriam autoritariamente: ” já pro banho”!

Levanta a ‘criança’ da pedra e a encaminha para uma das pias, onde só a água morna jogada no seu corpo já é o maior alívio. Mas eis que ela aperta uma fronha imaculadamente  branca, por onde saem em borbotões espumas mornas que são espalhadas em todo o corpo enquanto a pele inteira vai sendo esfregada. A suave mas vigorosa esfoliação é de tal proporção, que não resta uma célula desmaiada. Todas as meio acabadas já desaparecem compulsoriamente.

Foto: Divulgação


Foto: Divulgação


Terminado  o mais do que tradicional banho turco, quando você já está quase querendo uma mamadeira, a tal ‘peituda’ lhe indica o lugar de descanso. Ali, o olfato supera a visão no quesito encantamento. Odores deliciosamente exóticos completam o clima de magia do Cemberlitas.

Reestabelecida a realidade, você sai do hiper relaxante banho com a nítida sensação de que vai sobrevoar suavemente sobre as centenas de pessoas que continuam se acotovelando  no Grand Bazaar !!!

#História #Saúde

0 visualização

Fique por dentro das novidades

© 2020 Amantes da Vida - Todos os direitos reservados