Fique por dentro das novidades

© 2020 Amantes da Vida - Todos os direitos reservados

Bom hálito ou mau hálito: você sabe como é o seu ?

Atualizado: Fev 5

O odor da boca, conhecido como hálito, pode afastar ou aproximar as pessoas de você 

mau hálito afasta as pessoas


Quando se fala de problemas da convivência humana, a maioria se esquece daquele que incomoda a todos e que poucos têm coragem de abordar. Como assim? Pois é… o mau hálito. À medida em que o tempo passa, grande número de pessoas passa a usar próteses fixas ou móveis, as famosas “pererecas”. E sempre sobra um espaço entre a gengiva e a dentadura, onde depositam-se resíduos que ao longo das horas, deterioram e dão ao indivíduo um hálito de crocodilo… Não que alguém tenha chegado próximo o bastante dos dentes de um crocodilo para sentir o bafo, mas considerando as coisas podres que ele consegue comer, não deve cheirar a rosas.

hálito de crocodilo


Claro está que a origem do mau cheiro na boca pode variar muito e provir de um problema de saúde – doenças gastrointestinais, respiratórias e outras. O fumo, o hábito de comer alimentos fortes, os jejuns extensos são também indutores de halitose. O problema reside onde aquele que tem mau hálito, não nota… Quando se usa um perfume, no momento da aplicação, sente-se o cheiro. Logo a seguir, o aroma integra-se ao portador e somente os outros o percebem. O mesmo acontece com o hálito exalado pela boca. Nunca vi ninguém chegar para alguém, a não ser mãe para filho, para mandar a pessoa dar um jeito na inhaca do bafo. E olha que incomoda… Se o papo for de perto então, nem se fala…

fazer uma conchinha com a mão ajuda a sentir o próprio hálito


Há tantos meios de evitar este desconforto… Primeiro, é claro, faça aquela conchinha típica com a mão e cheire-se – o que nem sempre funciona pelo motivo já explicado… Se em dúvida, pergunte a alguém próximo, que você tenha certeza de que vai ser honesto, sem cerimonia. Prevenir ainda é o melhor remédio. Nem sempre tem-se chance de escovar os dentes no meio do dia mas não custa ir ao banheiro e bochechar com água depois de comer algo. Já ajuda a eliminar resíduos. Surgindo a chance, use pasta e escova e, também indispensável, um raspador de língua. Este órgão tem mil e uma utilidades entre as quais manter uma camada de saburra entre as papilas que é responsável por alto percentual de halitose. Ali passa a ser um antro de bactérias. O uso diário do raspador de língua já pode acabar com 75% do problema do mau hálito, acreditem ou não e sem contra indicações.

raspar a língua ajuda a evitar o mau hálito


Quer caprichar mesmo e ficar tranquilo? Compre um aparelho que irriga jatos de água entre os dentes e retira os resíduos acumulados entre as próteses e a gengiva, indispensáveis inclusive quando a pessoa usa aparelho ortodôntico para consertar a oclusão. É um must! Incrível como ainda depois da escovação os jatos retiram restinhos de depósitos não alcançados pelas cerdas e que iam apodrecer. Toque final: bocheche e gargareje com um colutório cheirosinho de hortelã ou menta…

Depois de todos estes cuidados, podemos fungar no cangote de quem quer que seja, dançar cheek to cheek, falar de perto baixinho, sem maiores preocupações.

Maria Eugenia

#hálito #língua #saúdebucal

0 visualização