Chorar faz bem ao físico!

Atualizado: Fev 5

Até super recentemente, o choro estava intrinsecamente ligado à fraqueza para suportar as dores. A mulher, quando menina, chegava a merecer um carinho especial para secar as lágrimas rapidinho, quando se machucava. Mas, bastou crescer e o tal choro já indicava uma instabilidade emocional, um sinal de fragilidade e por aí vai. Os meninos então, mal e mal mereciam um pequeno afago quando se ralavam nos patins e olhe lá… Homem não chora e ponto final!

Alguns estudiosos, geralmente místicos, já ressaltavam a importância do choro, como maneira de abrandar a alma. Não sei  porque cargas d’água, psicólogos resolveram pesquisar cientificamente o pranto e chegaram a uma interessante conclusão. O choro não é apenas importante, mas necessário para a manutenção da saúde física e mental. Qualquer que seja o fato gerador do pranto, os efeitos que as lágrimas produzem são surpreendentemente positivos.

Foto: Divulgação


Através das lágrimas são liberados hormônios como a serotonina e o cortisol que acabam servindo como analgésicos naturais, tanto para o físico quanto para o emocional. Enquanto rolam, liberam toxinas que ajudam a melhorar a visão e ainda por cima, matam 95% das eventuais bactérias existentes na vista em menos de 10 minutos.

Descobriram ainda que o choro reduz drasticamente o nível de manganês que é um produto químico péssimo para o cérebro quando exposto em excesso.

Estamos diante de uma nova revolução comportamental!!!!!! Ter conhecimento de que ao abafar uma emoção engolindo o choro, o corpo deixa de se beneficiar dos efeitos positivos das lágrimas, a coisa começa a mudar de figura. Não posso deixar de dar um depoimento pessoal, na esperança de que possa ajudar a acelerar a aplicação do novo conceito do pranto. Afinal de contas, a geração ‘baby boomer’ adora uma novidade!

Mesmo desconhecendo as benesses das lágrimas, sempre usei do recurso do choro, para aliviar as emoções negativas acumuladas. Nenhum motivo especifico de tristeza ou dor física, mas uma necessidade de acalmar a ansiedade. Quando sentia a barra pesar, dizia para mim mesma – “Você precisa de 10 minutos para chorar” – Dito e feito. Obedientemente me trancava, me esbaldava de chorar durante o tempo estabelecido e já saía toda serelepe, cheia de energia boa. Agora entendo o que rolava… E curioso o limite de tempo que sempre me dava… intuitivamente estava livrando as vistas das bactérias.

Claro que até as novas descobertas alcançarem a todos, a desonestidade com o sentimento vai continuar prevalecendo. Mas, os que já se conscientizarem de que o choro está longe de ser um sinal de fraqueza, mas um sinal de atenção e respeito ao corpo, é bom saber que chorar é tão importante como gargalhar. O organismo realmente é um GÊNIO!!!!!

#Comportamento #Saúde

0 visualização

Fique por dentro das novidades

© 2020 Amantes da Vida - Todos os direitos reservados