Fique por dentro das novidades

© 2020 Amantes da Vida - Todos os direitos reservados

Dia do sorvete

Atualizado: Fev 5

Contar aos nossos avós que antes deles nascerem não existia sorvete no Brasil, acho que causaria tanto impacto quanto ao de falarmos aos meninos de hoje que não existia celular quando éramos crianças. Não fossem dois comerciantes  espertos, as 270 toneladas de gelo que estavam num navio americano que aportou no Rio de Janeiro  em 1835, teriam virado água. Com certeza algum ascendente da dupla já tinha frequentado a primeira sorveteria do mundo, fundada em Paris em 1660 por Procópio Coltelli.

Os “malucos” resolveram comprar todo o carregamento e misturando com frutas, como faziam  já na Europa, fabricavam e vendiam com hora marcada os tais sorvetes. Claro, na época não tinha como conservar o sorvete gelado e assim tinha que ser consumido de imediato. O gelo, que sabidamente ficaria no estado por 5 meses se envolto em serragem e enterrado em grandes covas despertou o interesse de outros comerciantes que passaram a produzir e a vender com hora marcada seus sorvetes.

Foto: Divulgação


Só em 194, começou realmente a distribuição desta iguaria em escala industrial. Com a guerra, a Harkson saiu da China e alugando uns galpões da artesanal fábrica de sorvetes Gato Preto, e fundou a Kibon. O primeiro dos sorvetes foi um tremendo pé quente pois continuou sendo um queridinho – o famoso ‘Esquibon’.

Interessante que historiadores apontam ter sido o sorvete, um precursor do movimento feminista. Como eram vendidos em lugares ocupados quase que exclusivamente por homens, as mulheres corajosas invadiam os bares e confeitarias, em ato de rebeldia à estrutura social vigente, acham eles. O que poucos sabem também é que ao lado do macarrão, Marco Polo introduziu na Itália o sorvete, também trazido da China a proposta. Tanto que quando Catarina de Médici casou na França com o futuro rei Henrique II, as sobremesas geladas levadas da Itália para as bodas, causaram o maior frisson na corte.

Foto: Divulgação


Claro que o sucesso extrapolou fronteiras e atualmente milhares de toneladas de sorvete são vendidas no mundo inteiro, nos mais diferentes tipos e sabores. Só no Brasil, simplesmente 200 mil toneladas são consumidas por ano. A disputa pelo criador efetivo do bem bolado sorvete é um caso controverso. A maioria insiste que surgiu mesmo na China. Mas fico com o lado mais ocidental que afirma que Tiburcio Nero, quando estava encalorado na Grotta Azurra, tomava suas raspadinhas misturando furtas com o gelo que mandava trazer das montanhas.

Considerando o super expressivo mercado, a associação brasileira da industria de sorvetes, instituiu o dia 23 de setembro como o dia Nacional do Sorvete! Vamos à eles!

#História

0 visualização