Fique por dentro das novidades

© 2020 Amantes da Vida - Todos os direitos reservados

‘Quem dá brilho, brilha’

Atualizado: Fev 5

  1. Como limpar ferro de passar roupa com ou sem vapor:

Arranje um pano de algodão e faça um monte de sal fino de cozinha em que dê para apoiar toda a base do ferro. Com o ferro quente, deixe ficar uns minutos sobre o sal e a seguir “passe” o sal, esfregando a base; esse procedimento é comum aos dois tipos de ferro.

Foto: Divulgação


Observação:

– ferro sem vapor: depois de esfregar no sal, deixe esfriar um pouco e passe lã de aço com uma pasta de sal e limão, até retirar toda a sujeira que ficou.  Limpe com um pano úmido e está pronto.

– ferro a vapor: antes de qualquer procedimento, deixe de molho num recipiente raso com vinagre, de modo que somente a parte inferior dos furinhos fique submersa, por cerca de duas horas. Depois, esfregue os furinhos da arte inferior do ferro com uma escovinha de unhas – se você tiver uma escova “bitufo”, melhor ainda. Depois, ligue o ferro e deixe aquecer. Passe  sobre o sal e encha o reservatório com água. Deixe o vapor passar entre os furinhos para retirar o sal excedente. Pronto!

Foto: Divulgação


  1. Como limpar pratas, metais dourados e até mesmo mármores com pasta polidora de lataria de automóvel:

Compre em loja de produtos automotivos massa para polir lataria de automóvel e esfregue o metal, com um pedaço de estopa passada na pasta. Não use muita pasta pois prejudica o serviço. “Less is more”. A seguir, dê brilho com uma flanela. Não passe água pois a massa polidora deixa uma camada protetora no metal. Não confundir com cera polidora cuja composição é outra. Leia o rótulo, antes de comprar.

  1. Para dar brilho às folhas:

Casca de Banana. Usar cascas de banana é um jeito orgânico de dar brilho às folhas. Pegue uma casca de banana e esfregue as folhas da planta com a parte de dentro (a parte macia) da casca. Óleos naturais da casca darão brilho para as folhas e fragrância natural para a casa. Use cascas uma vez por semana ou sempre que a planta parecer opaca. Jamais passe óleo de soja, amendoim ou oliva para dar-lhes brilho. O óleo pode entupir os estômatos. Bem tratadas, as plantas costumam apresentar um bonito brilho natural.

Foto: Divulgação


  1.  Limpeza das folhagens:

Em grandes centros urbanos, onde a poluição atmosférica pode chegar a níveis inaceitáveis,  essa limpeza deve ser feita com maior frequência, pois os resíduos poluentes podem obstruir os estômatos, sufocando a vegetação.

Para cada tipo, um cuidado:

As folhas, em geral, não têm muitos estômatos na face superior. Uma camada de poeira, contudo, pode reduzir a absorção da luz. Assim, elas devem ser cuidadosamente limpas no verso e reverso.

As grandes folhas serosa ou brilhantes (schefflera, por exemplo) devem ser limpas com uma esponja embebida numa solução de água fria com algumas gotas de detergente biodegradável. Nunca use cerveja, leite ou vinagre para limpá-las.

As folhas aveludadas dos cactos, das suculentas e de espécies como as violetas devem ser escovadas cuidadosamente, para retirar-lhes o pó, com uma escova de cerdas macias, como as usadas para pentear os bebês.

#Dicas

0 visualização